Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Só porque a vida com teatro tem mais piada...

por Olha que Arranjadinho, em 01.05.15

10421964_931671956883232_8249808215590571435_n.jpg11014931_931671860216575_4801208111611297143_n.jpg11027512_931669586883469_3137647646937690213_n.jpg22492_931665440217217_3322108164992295259_n.jpg

  11114248_931655166884911_8396893156415959300_n.jpg11150654_931655190218242_1233648727851484241_n.jpg11203147_931656396884788_6706143338501728384_n.jpg11196303_931655390218222_4063308589925257716_n.jpg11113267_931657350218026_609242535482747054_n.jpg11149246_931657380218023_4421394598414526567_n.jpg

 11182192_931669170216844_2483122492193140269_n.jpg11127889_931669243550170_3829127777093717491_n.jpg

 11139395_931669770216784_8778399832714604141_n.jpg11150578_931669463550148_7258619769915305812_n.jpg

  11208668_931658800217881_6807146016478224942_n.jpg11182249_931658823551212_720566058356792173_n.jpg11209393_931658853551209_2668561156772652010_n.jpg

ARCA|EAC - Escola de Artes de Coimbra

ENCRUZILHADA | COORDENAÇÃO E ENCENAÇÃO Pedro Sousa DRAMATURGIA e REPRESENTAÇÃO Teresa Bandeira, Miguel Henriques, Denise Marta, Eva Freitas, Fábio Faria, Jéssica Teles, Felismina Amões, João Costa, Pedro Pereira, Mafalda Marques, Marcos Barão ATOR CONVIDADO Pedro Figueiredo CENOGRAFIA Eva Freitas e Rita Andias DESIGNER GRÁFICO Danilo Silva FOTOGRAFIA Hugo Pinheiro

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ela – Vai com calma… no início…

por Olha que Arranjadinho, em 24.02.15

Ele – Desculpa!

Ela – Estava com medo! Não me parecias tu.

Ele – A esta hora não é normal aparecer ninguém. E, para mais, os mortos não se levantam.

Ela – Para com essas coisas. Não brinques com isso, sabes que não gosto.

Ele – Não gostas, mas não queres ir para outro lugar.

Ela – Sabes bem a razão.

Ele – Sei mesmo?

Ela – Para com isso, vamos para ali…

Ele – Não. Hoje vai ser diferente. Quero foder dentro do cemitério.

Ela – (irritada) Tás parvo! Nem penses!

Ele – Ok. Estava a brincar contigo. Queria ver a tua reacção. Anda, vamos ali para trás…

Ela – Espera. Pára. Vem alguém…

Ele – Também ouço vozes…

Ela – Anda. Vamos para trás daquela capela.

                (deslocam-se)

Ele – Cuidado. Chega-te para trás…

Ela – Quero ver quem é!

Ele – (agarrando-a) Deixa lá…

Ela – Tira a mão. Aqui não!

Ele – (Apalpando-a) Sim! Vai ser mesmo aqui…

Ela – (Admirada) Pára. Olha… consegues ver?

Ele – O quê?

Ela – Estão parados junto ao poste… bem que já desconfiava.

Ele – Conheces? Consegues ver… foda-se! Foda-se!

Ela – Pois…

Ele – Filho-da-puta!

Ela – Aquela cabra… tão santinha…

Ele – Ai o cabrão…

Ela – Deixa… já vão embora. Vamos sair daqui…

Ele – (Beija-lhe o pescoço) Agora não. Aqui estamos mais seguros…

Ela – Tu deixas-me louca…

Ele – Qualquer dia somos nós… apanhados…

Ela – (Tirando-lhe a roupa com pressa) Deixa isso agora…

Ele – Abre…

Ela – Vai com calma… no início…

Ele – Tás toda molhada…

Ela – Vai… faz… faz…

Ele – Vou-me vir rápido!

Ela – Eu já me vim… faz-me vir mais…

Ele – nunca te vi assim…

Ela – Estou-me…

Ele – Eu também…

Ela – (suspirando intensamente) Que bom!

Ele – Espectacular!

Ela – Cala-te! Ouço vozes…

Autoria e outros dados (tags, etc)

O teste do amor

por Olha que Arranjadinho, em 06.02.15

Vem aí o dia dos namorados. Por muito que nos esforcemos, as palavras nunca saem como planeadas. 

Olha que Arranjadinho tem um desafio para os namorados, casados e todos aqueles que querem simplesmente amar. 

Num diálogo com 20 falas, sendo que ao chegar à fala 14 acontece algo inesperado, escreve o que gostavas que acontecesse no teu dia dos namorados. 

Podes dizer tudo, ok? 

Sim...  Asneiras também.  :)

IMG_20150205_134000.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Texto para maiores de 18

por Olha que Arranjadinho, em 03.02.15

15225_437697066291736_1884148762_n.jpg

 

Quero tudo bem-disposto

É assim… sei que não é a melhor maneira de começar um texto e muito menos uma apresentação, seja como for, quem manda sou eu e todos aqueles que resolvem perder o seu tempo em ler estas tretas que vou para aqui atirando.

Para começar, porque estou naqueles dias espetacularmente bem-dispostos, quero alertar para os perigos em ler este texto e, mais ainda, de continuar a seguir este blog. Os blogues são perigosos. Podem levar a ter problemas graves com a sua consciência, sobretudo se começar a frequentar com regularidade, é que o seu nível cultural vai aumentar e a maior parte das pessoas pode não estar preparada para assumir uma vida em que são os donos de si mesmo.

Se queres continuar a ler, há duas coisas que tens de aceitar: ser feliz e aceitar a crítica.

Preparados?

Então vamos lá. Toca a fazer o seguinte exercício para começar:

Abre um caderno, coloca uma música a tocar (uma que gostes muito ou que não conheças, tanto faz) e escreve tudo o que te vai na alma até que a música termine. Quando a música terminar, para também. Se achas que ainda não disseste tudo, repete o exercício novamente e para exatamente quando a música acabar, mesmo que seja no meio de uma palavra.

Se tiveres coragem, envia o texto para olhaquearranjadinho@gmail.com ou cola a parte do texto que mais gostas num comentário.

 

Isto é só o começo!

Autoria e outros dados (tags, etc)


Like box


Mais sobre mim

foto do autor



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D



Blogs Portugal